Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Topo do site, versão de impressão (Exemplo)
Página inicial > Comunicação > Notícias > 2º Seminário Preparatório para 8ª Conferência Estadual de Saúde
RSS
Facebook
A A A
Publicação: 26/02/2019 às 16:25

2º Seminário Preparatório para 8ª Conferência Estadual de Saúde

Fernando Pigatto, Presidentes do CNS e Claudio Augustin, presidente do CES/RS - Foto: Assessoria de Comunicação do CES/RS
Fernando Pigatto, Presidentes do CNS e Claudio Augustin, presidente do CES/RS - Foto: Assessoria de Comunicação do CES/RS

Segundo Seminário Preparatório reuniu duzentas pessoas na FETAG-RS e discutiu o Documento Orientador da 8ª Conferência Estadual de Saúde

Ocorreu na última sexta-feira (22), no auditório da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (FETAG-RS), o segundo Seminário Preparatório para discutir o documento orientador da 8ª Conferência Estadual de Saúde do Estado do RS. O seminário contou a participação de duzentas pessoas advindas dos segmentos de: gestão, trabalhadores, prestadores e pessoas da sociedade civil, dos diferentes municípios do Estado, interessadas em ajudar a construir o documento.


O Presidente do Conselho Nacional de Saúde, Fernando Pigatto, abriu o seminário pautando a importância do fortalecimento e do preenchimento de forma paritária dos espaços de controle social. Ele convidou a todos para que se envolvam nos debates sobre as políticas públicas, dando ênfase à importância da participação das gestões eleitas no ano passado e também dos prestadores de serviço para realizar o confronto de ideias. Pigatto também citou a importância de defender a saúde indígena, a atenção básica e a saúde mental na atual conjuntura onde o “SUS é ameaçado todo o dia”.

Foi a partir desta fala de Pigatto que o vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde do RS, Itamar Santos, fez referência a questão central do orçamento da saúde. “O orçamento está sendo disputado permanentemente entre o público e o privado e quando falamos em Conferência, ela tem que apontar para qual modelo queremos”, disse. Itamar também afirmou que a realização da 8ª Conferência respeita e resgata a história, demonstrando que “o SUS no Rio Grande do Sul e no Brasil só existe porque houve luta antes da gente, não é um mero acaso de uma articulação política-partidária”. O vice-presidente ainda ressaltou a importância do envolvimento dos municípios na construção das Conferências Municipais e caracterizou esta etapa como imprescindível.

Logo após, o Presidente do Conselho Estadual de Saúde, Claudio Augustin, expôs como será a metodologia para a estruturação e emissão das propostas do documento orientador da 8ª Conferência. “Nós vamos ter o direito de mandar apenas uma diretriz por eixo ou tema central e cinco propostas por eixo ou tema central”. Ele chama atenção para o fato de que o Ministério da Saúde também vai disputar a Conferência, e que mesmo que isto seja completamente legítimo, as posições do Governo são aquelas de “aprofundar a privatização e acabar com a Atenção Básica”, diz. O Presidente cita a saúde mental como exemplo no qual tanto Governo Federal quanto o Governo Estadual estão colocando cada vez mais dinheiro em manicômios em detrimento da rede de atenção.

A parte vespertina do Seminário Preparatório foi dedicada exclusivamente para a leitura do documento orientador. Durante a leitura, os participantes pediram numerosos pontos de destaque no texto e tinham espaço para sugerir alterações na redação, o que foi feito várias vezes. A segunda parte do encontro também foi inteiramente gravada e está disponível virtualmente na página do Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul no Facebook.

Endereço da página:
Copiar
Conselho Estadual de Saúde
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 1501/9º,
               Cidade Baixa Porto Alegre/RS
Fone: (51) 3288-7971 - 3288-5950 / 3288-5992
Porto Alegre - RS